Pular para o conteúdo principal

O Maior terrorista: Barack Hussein Obama


 



Quando anunciada oficialmente a morte de Osama Bin Laden pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, uma multidão de cidadãos americanos saiu às ruas na madrugada do dia 2 de maio. Ainda no fim da noite do dia 1° de maio, boatos rondavam na internet sobre a suposta morte do “terrorista” Osama Bin Laden, o que foi “confirmado” pouco tempo depois por um pronunciamento de Obama. Devido a falta de provas sobre a morte de Osama (já que o corpo, segundo o governo americano, teria sido jogado ao mar, e a decisão de não divulgar fotos do terrorista morto) nos causa uma certa desconfiança a aceitar esta notícia. Porém, como a própria Al Qaeda já escolheu um novo líder (Ayman al-Zawahiri), e até agora sem Osama aparecer por ae em algum vídeo parar negar sua própria morte, acredito sim que ele esteja morto.

A morte de Osama está sendo considerada pelos americanos como um triunfo sobre o terrorismo. Uma luta do Bem (EUA) contra o Mal ( terrorismo islâmico). Porém, o fato é de que a morte de Bin Laden não causará a diminuição do terrorismo pelo mundo. O que sustenta o terrorismo não é a al Qaeda ou qualquer outra organização, mas sim o ódio pelas ações praticadas pelos Estados Unidos. E os americanos sabem realmente insuflar o ódio em diversas nações do mundo, principalmente nas do oriente médio. Perceba que o maior ato terrorista da história da humanidade foi praticada pelos próprios Estados Unidos, quando estes jogaram bombas atômicas nas cidades de Hiroshima e Nagasaki em agosto de 1945. As bombas foram jogadas em populações camponesas e trabalhadoras. Em cima de crianças e mulheres e homens inocentes. Jogadas sobre a população civil. Este é só um exemplo maior das ações terroristas praticadas pelos estados unidos em todo o mundo.


Os Estados Unidos insuflam o ódio ao redor do mundo ao invadir países, organizar golpes contra governos democraticamente eleitos, dominar com sua política e economia imperialista a América latina. Ao matarem Osama covardemente, jogando o seu corpo ao mar como um indigente, faz aumentar cada vez mais a reação a eles próprios ao redor do mundo. Os Estados Unidos se acham senhores do mundo, e com certeza isso gera respostas a seus atos, e respostas por muitas vezes violentas. O Terrorismo contra os Estados Unidos só acabará quando este mudar sua política externa. Abandonar as práticas imperialistas e suas próprias práticas terroristas ao redor do mundo.

Porém, de certo que Obama teve um grande lucro pessoal: já garantiu sua reeleição. No mandato de Bush, Osama não era uma figura tão interessante. A família de Bin Laden tinha relações comerciais (ligações estas pessoas, e não políticas) com a família Bush. Isto é melhor explicado por Michael Moore em seu filme de 2004, Fahrenheit – 11 de setembro. A invasão do Afeganistão não tinha como foco a capura de Osama, mas sim a construção de um oleoduto que beneficiaria as empresas americanas. A quem então o governo americano está servindo? a seus cidadãos ou aos interesses privados de alguns empresários?

O que é certo é que a morte de Osama está longe de representar a construção de um mundo sem violência e sem terrorismo. Muito pelo contrário, incita cada vez mais atos de violência e terror pelo mundo. Os Eua criam o terrorismo, Nisso eles são mestres. Não tem como comparar Osama Bin Laden, um mero aprendiz, com Bush ou com Obama. Estes sim, verdadeiros terroristas. A morte de Osama não impedirá mais mortes ao redor do mundo, pois os Estados Unidos estão ainda de pé, matando muitas vidas inocentes em diversos países e gerando ao mesmo tempo uma resposta, também violenta, aos seus atos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Médica acreana presa em Pernambuco A médica acreana Alessandra Bréa Moreno Dantas foi presa pela Polícia Federal na sexta-feira (1), em Caetés (PE). Após concluir o curso de medicina em Pinar del Rio, com bolsa do governo de Cuba, voltou ao Acre, onde em diversas ocasiões procurou a Universidade Federal do Acre (Ufac) para tentar se regularizar. Como todos sabem, os médicos formados no exterior sempre foram tratados com preconceito e descaso por um grupo da Ufac. Alessandra Bréa tinha conquistado na Justiça o direito de trabalhar com registro provisório do Conselho Regional de Medicina (CRM). Como o registro expirou, a médica teve que deixar o Acre após a proibição de trabalhar também com um Termo de Ajuste de Conduta. Ela já havia conseguido revalidar seu diploma pela Universidade Federal do Ceará, mas aguardava a burocracia enquanto fazia plantões em Caetés. Infelizmente, Alessandra Bréa foi surpreendida pela Polícia Federal, após denúncia do CRM de Pernambuco, acusada de exe…

Rio das Ostras promove I Fórum sobre Culturas Indígenas

Em comemoração ao Dia do Índio, 19 de abril, Rio das Ostras terá um evento que promete deixar os moradores mais próximos da realidade desses nossos precursores. Nos dias 18 e 19 de abril (sábado e domingo), o Núcleo de Educação Ambiental (Neam) do município promove a primeira edição do Fórum sobre Culturas Indígenas. A programação tem abertura às 14h de segunda-feira, com uma expedição ambiental ao Sítio Arqueológico Sambaqui da Tarioba. No restante do dia também haverá palestras e exibição de filmes sobre a vida de alguns povos indígenas que já habitaram o município.
O evento ajudará a manter viva a memória dos antigos habitantes da região, os índios Goytacazes. De acordo com o antropólogo da Fundação Rio das Ostras de Cultura, Jorge Pinheiro, há cerca de 500 todo o Norte Fluminense era habitado por tribos indígenas, que desapareceram no século XVII, por causa da epidemia de varíola. O pesquisador ainda indicou o passeio pelo Sítio Arqueológico Sambaqui da Tarioba. O lo…
Tudo ou nada" "Não quero ter ninguém contra a vontade.
Não quero ter ninguém só vez em quando.
Não quero ter ninguém com falsidade.
Não quero ter ninguém me incriminando.
Não quero ter ninguém pela metade.
Não quero ter ninguém se lamentando.
Não quero ter ninguém por vaidade.
Não quero ter ninguém me espionando.
Só quero ter alguém se for completo, onde os dois tenham o máximo prazer.
Algo claro, translúcido, direto.
Sem o medo d'alguma coisa errada.
Sem mentiras ou segredos pra esconder.
...E se não for assim!... Não quero nada..."