Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009
Armas e alvos da nova ofensiva da burguesia Número:  297 2009 Out As conquistas da Jornada Nacional de Lutas do Movimento foi o que bastou para que os setores mais conservadores do Congresso e da sociedade começassem a orquestrar uma nova ofensiva contra o MST. A mídia burguesa e setores do Congresso criam um falso escândalo com notícias antigas para justificar uma CPI que só servirá de palco para defender os seus interesses políticos. Os verdadeiros interesses são barrar a Reforma Agrária, impedir a organização dos trabalhadores e justificar a criminalização dos movimentos sociais. Liderados pela senadora Kátia Abreu (DEM/TO) e os deputados federais Ronaldo Caiado (DEM/GO) e Onyx Lorenzoni (DEM/RS), os parlamentares ruralistas tentaram criar mais uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra o MST – seria a terceira em menos de 5 anos. O pedido para perseguir o nosso Movi…
terça-feira, 27 de outubro de 2009“Aldeias do mal”Associando-as ao crime e à falta de higiene, governantes tentaram acabar com as favelas do Rio desde o momento em que elas surgiram, há mais de cem anos Em 5 de julho de 1909, o jornal Correio da Manhã escreveu sobre o Morro da Favela: “É o lugar onde reside a maior parte dos valentes da nossa terra, e que, exatamente por isso – por ser o esconderijo da gente disposta a matar, por qualquer motivo, ou, até mesmo, sem motivo algum –, não tem o menor respeito ao Código Penal nem à Polícia, que também, honra lhe seja feita, não vai lá, senão nos grandes dias do endemoninhado vilarejo”.
Essa reportagem mostra que a percepção social da violência urbana nas favelas vem de muito tempo, assim como o estigma imposto aos seus habitantes. Pelo menos desde a década de 1900, os moradores das favelas são comumente vistos como grandes promotores da criminalidade na cidade do Rio de Janeiro. Ainda mais antiga é a idéia de que as moradias populares em ge…
quarta-feira, 28 de outubro de 2009Brasil é o maior em desigualdade socialA distribuição de renda noBrasil é a pior do mundo, em que os 10% mais ricos ganham 28 vezes a renda dos 40% mais pobres. Este é um dos dados publicados em uma pesquisa que será lançada em livro, chamada “Desigualdade e Pobreza noBrasil”, do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), que levou em consideração indicadores do Banco Mundial (Bird), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), IBGE e da ONU.
Outros elementos do estudo do IPEA indicam que os 10% mais ricos da população brasileira se apropriam de cerca de 50% da renda total do país, e os 50% mais pobres detêm apenas 10% da renda do país. Outros países mais pobres não têm uma desigualdade estrutural tão grande como o Brasil. Pelos dados da pesquisa do IPEA, esta situação não sofre mudanças há exatamente 25 anos e parece que existe um conformismo dentro da sociedade brasileira de continuar esta desigualdade.
O estudo do IPEA mostra que a desigual…
A crítica, contundente e precisa, que o escritor português José Saramago fez à Igreja Católica Apostólica Romana, muito mais que representar o ateísmo do autor, questiona a apropriação de Deus por uma estrutura arrogante, prepotente e que ao longo da História tem sido – com brevíssimos intervalos – instrumento de opressão. Se num determinado momento da História foi ela própria, Igreja, o centro para onde se voltavam as classes dominantes, hoje é apêndice. É importante notar que Saramago faz críticas específicas ao Velho Testamento, mesmo sem citá-lo. É o “documento” básico do fundamentalismo judeu. Resultou no sionismo e na presunção de “povo eleito”. É nessa ótica que Palestinos são submetidos ao terror de Israel. Saramago fala nas Cruzadas, já sob a égide do cristianismo e caracteriza-as como boçalidade. Claro que são. Importante é perceber que por trás dessa apropriação de Deus, de Cristo existe o fator luta de classes. Opressor e oprimido. Esses são militares hondurenhos nos momentos…
"Quanto menos comes, bebes, compras livros, vais ao teatro e ao café, pensas, amas, teorizas, cantas, sofres, praticas esporte, etc., mais economizas e mais cresce o teu capital. És menos, mas tens mais. Assim, todas as paixões e atividades são tragadas pela cobiça. " [Karl Marx]

“Se os mais humildes não nos compreendem
será melhor jogar fora os poemas
e ficarmos calados.
O poeta diz:
se meus versos são bons para meus amigos
e enfurecem os meus inimigos
então é que sou mesmo poeta
e devo continuar cantando.”
(Mahmud Darwish)

Quero a utopia, quero tudo e mais
Quero a felicidade nos olhos de um pai
Quero a alegria muita gente feliz
Quero que a justiça reine em meu país

Quero a liberdade, quero o vinho e o pão
Quero ser amizade, quero amor, prazer
Quero nossa cidade sempre ensolarada
Os meninos e o povo no poder, eu quero ver

São José da Costa Rica, coração civil
Me inspire no meu sonho de amor Brasil
Se o poeta é o que sonha o que vai ser real
Bom sonhar coisas boas…
quinta-feira, 13 de agosto de 2009Pizza a caminho
Lentamente, como um velho navio cargueiro, a imprensa vai abandonando a rota do escândalo que paralisa o Senado Federal e se volta diretamente para o tema da eleição presidencial de 2010.
O anunciado acordo entre os senadores fiéis a José Sarney e seus opositores de momento se concretiza em decisão do presidente do Conselho de Ética, que arquivou pedido de processo contra o líder do PSDB, Arthur Virgílio, da mesma maneira como fizera com as denúncias contra Sarney.
Algumas notas publicadas nesta quinta-feira pelos jornais, observadas em conjunto com notícias que frequentaram suas edições eletrônicas ao longo da tarde de quarta-feira, revelam que o sistema já está plenamente articulado.
Observe-se, por exemplo, que a notícia sobre a descoberta de outros 468 atos secretos, editados entre 1998 e 1999, chegou a ganhar destaque no G1, o portal eletrônico do Globo, na madrugada desta quinta-feira, mas não aparece na edição nacional do jornal…
27 Outubro, 2009Lula pede 30% dos royalties do pré-sal para a União, diz relator27 Outubro, 2009 “Deputado Henrique Eduardo Alves vai propor redução de 40% para 20% a parte do royalty destinada ao Governo

Leonencio Nossa, da Agência Estado

A poucas horas da apresentação de seu parecer sobre o projeto do pré-sal relativo à partilha na exploração e produção de petróleo, o relator do projeto, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), ainda está em negociações com o governo, que vinha discordando da proposta de aumento da alíquota dos royalties. No relatório de Alves, a proposta é de se elevar de 10% para 15% a alíquota sobre a receita e reduzir a parte da União de 40% para 20%. Alves revelou nesta terça-feira, 27, que, na negociação, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lhe pediu que mantenha a parte da União em pelo menos 30%.

Alves falou com jornalistas ao sair, há instantes, de uma reunião com a secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, e com o ministro de Minas e Energia, …
"Muitos seguem a Jesus até a distribuição do pão, mas poucos até beberem o cálice da paixão." Tomás de Kempis@-Frase “Otimista” da Sambu: "Acho legítimo o governo buscar suas alianças (PT/PMDB) e nós vamos definir nossa estratégia no momento certo, com muita serenidade. Até janeiro é um bom momento para o PSDB ter sua definição. O governo monta a estratégia dele, nós vamos montar a nossa. Estou muito confiante nas nossas chances". Aécio Neves

@-Amável leitor! Desculpe o CHIIIIIII! Manchete da Folha de São Paulo: “DEM veta aparição de Serra em horário do partido na TV”. Enquanto isso: Gilmar “Dantas” Mendes aqui, ali, acolá e naquele lugar!

@-Frase “Esperançosa” da Sambu: "Vamos buscar uma candidatura que esteja bem nas pesquisas, isso é sempre muito importante, mas que mostra um potencial também de crescimento e de atração para novos parceiros". Aécio Neves

@-Socorro! Só da Gilmar “Dantas” Mendes! Nunca na história deste País a imprensa foi tão anti-criativa…
sábado, 24 de outubro de 2009Manifesto em defesa do MST Documento assinado por personalidades do Brasil e de vários países defende Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra de ataques que vem sofrendo na mídia brasileira e nos setores conservadores do Congresso Nacional. "Há um objetivo preciso nos ataques ao MST: impedir a revisão dos índices de produtividade agrícola - cuja versão em vigor tem como base o censo agropecuário de 1975 - e viabilizar uma CPI sobre o movimento. Com tal postura, o foco do debate agrário é deslocado dos responsáveis pela desigualdade e concentração para criminalizar os que lutam pelo direito do povo", diz o texto. Redação - Carta Maior
Contra a violência do agronegócio e a criminalização das lutas sociais

As grandes redes de televisão repetiram à exaustão, há algumas semanas, imagens da ocupação realizada por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em terras que seriam de propriedade do Sucocítrico Cutrale, no interior…
Sábado, 24 de Outubro de 2009 | Versão Impressa

0comentário(s) Avalie esta Notícia
RuimRegularBomÓtimoExcelente0 votos
0 Petrobrás faz captação recorde de US$ 4 biDemanda pelos papéis da estatal chegou perto de US$ 12 bilhões
Nicola Pamplona, RIO
Tamanho do texto? AAAA
A Petrobrás concluiu ontem a captação de US$ 4 bilhões no mercado internacional, por meio da emissão de bônus com vencimentos em 10 e 30 anos. Foi a maior emissão de títulos já feita por uma empresa brasileira, superando os US$ 3,75 bilhões lançados pela Vale em 2006. Segundo estimativas do mercado, a demanda pelos papéis da estatal chegou perto dos US$ 12 bilhões, apesar da forte concorrência com operações de outras empresas.

"O mercado estava bastante desafiador, com uma enxurrada de ofertas", comentou um executivo de um dos bancos que coordenaram a operação. TAM e Fíbria, empresa de celulose resultante da fusão entre VCP e Aracruz, estão entre as empresas que anunciaram operações semelhantes nesta semana.

A emissão…
Comuna de Paris"Revolução”
Considerando nossa fraqueza os senhores forjaram
Suas leis para nos escravizarem.
As leis não mais serão respeitadas

Considerando que não queremos mais ser escravos.
Considerando que os senhores nos ameaçam
Com fuzis e com canhões
Nós decidimos: de agora em diante
Temeremos mais a miséria do que a morte.

Considerando que ficaremos famintos
Se suportarmos que continuem nos roubando
Queremos deixar bem claro que são apenas vidraças
Que nos separam deste bom pão que nos falta.

Considerando que os senhores nos ameaçam
Com fuzis e canhões
Nós decidimos: de agora em diante
Temeremos mais a miséria que a morte.

Considerando que existem grandes mansões
Enquanto os senhores nos deixam sem teto
Nós decidimos: agora nelas nos instalaremos
Porque em nossos buracos não temos mais condições de ficar.

Considerando que os senhores nos ameaçam
Com fuzis e canhões
Nós decidimos: de agora em diante
Temeremos mais a miséria…