Pular para o conteúdo principal

PRODUTO DA MENTE RESPEITO É BOM E TODO MUNDO GOSTA...



Este Blog
Link daqui
CHAPA QUENTE
Este Blog
 
 
 
 
Link daqui
 
 
 
CHAPA QUENTE
 
 
 

Ao visitante

entre.
leia.
comente.
sugira.
não faça nada.
enfim, sinta-se a vontade.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Respeitar para ser respeitado

  No último domingo (26/07),ocorreu na Avenida Paulista ,o coração financeiro nacional em São Paulo a Parada do Orgulho Gay,que reuniu em torno de 4 milhões de pessoas.
  E que em meio ao irreverente e carnavalesco protesto,pelos direitos dos homossexuais,contra a homofobia,teve uma polêmica que foi os cartazes com fotos de " santos" nús e a frase " NEM SANTO TE PROTEGE, USE CAMISINHA!",sobre a contaminação do vírus SIDA HIV .
  Eis que todos nós somos contra o desrespeito e discriminação contra qualquer pessoa,pode ser por etnia,ideologia,filosofia,religião,classe social,região,gênero e orientação sexual.
   Devemos condenar condenar qualquer tipo de agressão,a qualquer pessoa,como agressões e assassinatos de homossexuais que acontece diariamente em nosso país.
Segundo dados no Brasil,em 2010,foram assassinados 261( gays,lésbicas e travestis),o risco de um homossexual ser morto é de 785%, maior do que nos Estados Unidos da América.
  A atitude dos organizadores da Parada do Orgulho Gay Paulistana em colocar as imagens de " santos nus" musculosos,acabou,fazendo um desserviço á própria causa GLTS,como reforçou as atitudes de grupos insanos fundamentalistas religiosos e de extrema direita,que ve as conquistas dos direitos dos homossexuais,como uma afronta e um perigo á civilização ocidental.
  Claro que olhando a Parada Gay,ela está longe de ser uma manifestação reivindicativa ou de protesto,onde reforça  mais o caracter turistico e capitalista,como as propagandas de hoteis,moteis,bares,boates,restaurantes,danceterias,agências de acompanhantes...
  De setores que reforçam a dominação, exploração capitalista e a criminalização sobre as pessoas,onde as maiores vitimas são os pobres,mulheres e homossexuais.
  Olhando algumas cenas da parada gay,não me consta se nas manifestações feministas no final do século XIX,inicio do século XX,nos anos de 1960-1970,bem como do movimento feminista contemporâneo,em suas manifestações encontramos tais atos ou atitudes.
  A marcha nasce como sinal de protesto contra a agressão sofrida por freqüentadores de um bar gay, Bar Stonewall Inn em Greenwich Village em Nova York no dia 28 de junho de 1969,pela policia. Em protesto a comunidade gay sai as ruas exigindo os seus direitos de serem reconhecidos como cidadãos.
  A exposição de banners, com " santos musculosos nus" na parada gay,não só fere a fé, crença alheia de uma denominação,como o imaginario coletivo do povo brasileiro; a frase " nem santo te protege, use camisinha",tem toda a razão.
  Pois o que protege em primeiro lugar é a conscientização,o respeito a mim,a minha parceira ou parceiro.Mesmo a pessoa que contrai uma relação com a pessoa do mesmo sexo,deve respeitar está união, viver uma vida regrada,não achar que tudo é permitido.
  Se quero ser respeitado,devo respeitar os sentimentos dos outros,assim como quero ser respeitado. A organização errou,ao colocar estes banners,poderia colocar banner de modelos,falar do uso de preservativos,sem colocar simbolos religiosos.
  Tal atitude em vez de reforçar o diálogo com as igrejas e religiões,como quer a comunidade GLTS,coloca um obstáculo e fortalece os setores homofóbicos dentro delas.
  Fazendo com que estes setores retogrados, tenham razão e reforcem o seu medo diante á uma ameaça de " ditadura gay",pois a ameaça só vem de quem já se sente ameaçado.
   Não é pagando com a mesma moeda que se vai conseguir o que se deseja,pois " quem semeia ventos,colhe tempestade",diz o povo. Se quero ser respeitado é preciso que eu saiba respeitar,o meu direito acaba onde inicia o do outro,é a regra da democracia e do estado laico.

Por: Júlio Lázaro Torma
Colaborador deste blog

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOBRES

Abdias do Nascimento
"A revolução quilombista é fundamentalmente anti-racista, anticapitalista, antilatifundiária, antiimperialista e antineocolonialista"
Adam Clayton Powell
"A liberdade é uma conquista interna, em vez de um ajuste externo".
Aime Césaire
"Para um ser dilacerado por três séculos de aviltamento, o conhecimento de seu continente original restabelece sua dignidade, oferecendo-lhe uma ancestralidade que lhe fora confiscada"
Alice Walker
Não pode ser seu amigo quem exige seu silêncio ou atrapalha seu crescimento.
Alzira Rufino
Sou negra ponto final. Devolvo-me a identidade, rasgo a minha certidão. sou negra! sem reticências, sem vírgulas, sem ausências. Sou negra balacobaco. Sou negra noite cansaço
Amilcar Cabral
" Não vamos utilizar esta tribuna para dizer mal do imperialismo. Diz um ditado africano muito corrente nas nossas terras, onde o fogo é ainda um instrumento importante e um amigo traiçoeiro que quando a tua palhota arde, de nada serv…
ÚLTIMAS DE MUNDOCasa Branca proíbe 'NY Times', CNN e BBC de ir a coletiva de imprensa24/02/2017 16:44Juiz é designado para investigar candidato à Presidência da França24/02/2017 16:30Obama é celebrado por multidão ao aparecer de surpresa em Nova York24/02/2017 16:25Colisão de dois ônibus mata 13 pessoas e fere 34 na Argentina24/02/2017 16:04 RIO — Um documento de 35 páginas vazado pela imprensa americana na terça-feira contém supostas revelações constrangedoras sobre o republicano Donald Trump. O relatório — que teria sido escrito por um ex-agente britânico em caráter confidencial — não teve sua veracidade comprovada oficialmente, mas gerou uma forte polêmica nos EUA. Dentre as alegações no documento, estão supostas atividades sexuais do magnata nova-iorquino e detalhes sobre a sua relação com as autoridades russas antes mesmo de ser eleito presidente dos Estados Unidos. Logo após a divulgação do material, a Rússia negou ter informações comprometedoras sobre Trump. O republic…

chepor

chepor dilma...eagora Brasil...
La vida y obra del Che Guevara suscitó, en los años inmediatos después de su muerte, un notable número de biografías. Probablemente, ninguna personalidad histórica de este siglo luego de perecer recibió una atención tan extendida, numerosa y variada en biografías publicadas en tan breve tiempo. Sin embargo, la mayoría de estas biografías contribuyeron más a tergiversar que a explicar correctamente la vida del Che. Casi todas escritas en breve lapso, resultaron carentes de rigurosidad y seriedad. Sus autores cedieron al afán de lucro y de promoción individual, aprovechándose del interés universal que despertaba la personalidad del Guerrillero Heroico.  Algunos de ellos trabajaron por encargo de la Agencia Central de Inteligencia de los Estados Unidos (CIA) y otros hicieron diversas interpretaciones superficiales, capciosas e intencionadas, movidos por su ideología y valores políticos ajenos o contrarios al pensamiento y la acción del Che.
Cuando estaba …