Pular para o conteúdo principal

Rock in Rio tem noite de mistura e dueto entre Shakira e Ivete
01 de outubro de 2011  03h46  atualizado às 15h46

comentários
15
A cantora Shakira que fechou a noite em um dueto com a brasileira Ivete Sangalo que se apresentou horas antes. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
A cantora Shakira que fechou a noite em um dueto com a brasileira Ivete Sangalo que se apresentou horas antes
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
FERNANDO DINIZ
Direto do Rio de Janeiro
Bossa nova, reggae e hip-hop. Rock e axé. Samba de raiz e até samba enredo. Tapinha Não Dói com guitarras distorcidas. Diversidade ou confusão, o quinto dia do Rock in Rio 4 foi marcado pela mistura. O show mais esperado da noite, o da colombiana Shakira, foi marcado pela participação da baiana Ivete Sangalo em País Tropical, clássico de Jorge Ben Jor.
A abertura do palco Mundo na noite de sexta-feira ficou a cargo do rapper Marcelo D2. Neosambista, o ex-vocalista do Planet Hemp transitou entre o samba de raiz e a pegada mais agressiva do hip-hop que o revelou.
Na sequência, o grupo mineiro Jota Quest animou o público com sucessos, lembrando os 15 anos de carreira da banda. No fim da apresentação, a banda convocou o público para cantar a música tema do Rock in Rio.
A cantora de axé Ivete Sangalo fez a plateia ferver em seu show, cantando hits como FestaPoeira e Dalila. Mesmo dizendo que faria um "show de axé", a baiana deu uma roupagem de rock para algumas músicas. Ivete inovou o repertório e tocou no violão uma música fora do setlist: a balada More Than Words, da banda de hard rock Extreme.
A empolgação do público com o show de Ivete não foi transferida para a apresentação do americano Lenny Kravitz. Alguns fãs acompanharam o cantor com palmas e cantaram sucessos como American Woman, mas em geral o público parecia apático, diferente do que acompanhou o show da baiana.
Fechando a noite, a colombiana Shakira começou o show com Estoy Aqui, um dos primeiros sucessos do discoPíes Descalzos, que fez muito sucesso no Brasil em 1996. "Estou aqui para vocês, Brasil", disse a cantora no português que aprendeu durante sua turnê no País no início da carreira. Em uma das músicas, a colombiana convidou algumas fãs para subir ao palco e dançar com ela.
Palco Sunset
O compositor João Donato e a cantora Céu promoveram um encontro de gerações da MPB no palco Sunset, na tarde de sexta-feira. A dupla tocou músicas do disco A Bad Donato, considerado pela crítica como uma anti-bossa. Nos momentos solo, a cantora Céu mostrou uma veia blusística ao cantar acompanhada de sua competente banda.
Martinho da Vila, o rapper Emicida e a banda Cidade Negra fizeram um encontro samba-rap-reggae depois. Boa parte das pessoas que estavam na Cidade do Rock assistiram ao show, que contou com sucessos da banda brasileira como Estrada.
Na sequência, o grupo Monobloco, projeto dos integrantes da banda Pedro Luís e a Parede, se apresentou no palco do entardecer, tocando inclusive o samba-enredo Peguei um Ita no Norte. O espanhol Dani Macaco, que mistura rumba com outros ritmos, subiu ao palco animou o público com a música Moving, mas logo viu os fãs escaparem para o show de Marcelo D2, que começou enquanto a programação do palco Sunset ainda não havia terminado.
O que funcionou
Tirolesa 1 - A tirolesa do Rock in Rio recebeu uma média de mil pessoas por dia, segundo dados da produção. Até agora não foram reportados incidentes graves.
Segurança - A Polícia Militar tem atuado dentro da Cidade do Rock. Nos primeiros dias, os PMs eram vistos mais em torno do evento. O Rock in Rio tem a empresa Prosegur como responsável pela segurança.
Comida - Permitir a entrada de lanches na Cidade do Rock ajudou a diminuir as filas gigantescas nas lanchonetes.
O que não funcionou
Tirolesa 2 - O brinquedo tem filas que podem chegar a sete horas de espera. À noite, muita gente reclamou de ter ficado na fila e ter sido barrado. A organização chegou a avisar que a atração fecharia mais cedo, às 23h30, mas houve empurra-empurra de frequentadores da Cidade do Rock revoltados.
Sombra - O forte sol de sexta-feira evidenciou que faltam espaços com sombra na Cidade do Rock. Fãs improvisaram atrás das colunas montadas para as caixas de som.
Palco Sunset - Iniciar o show do palco Mundo quando o do Sunset ainda não terminou voltou a ser um problema. Dependendo da posição no gramado, o som embola, além de prejudicar artistas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOBRES

Abdias do Nascimento
"A revolução quilombista é fundamentalmente anti-racista, anticapitalista, antilatifundiária, antiimperialista e antineocolonialista"
Adam Clayton Powell
"A liberdade é uma conquista interna, em vez de um ajuste externo".
Aime Césaire
"Para um ser dilacerado por três séculos de aviltamento, o conhecimento de seu continente original restabelece sua dignidade, oferecendo-lhe uma ancestralidade que lhe fora confiscada"
Alice Walker
Não pode ser seu amigo quem exige seu silêncio ou atrapalha seu crescimento.
Alzira Rufino
Sou negra ponto final. Devolvo-me a identidade, rasgo a minha certidão. sou negra! sem reticências, sem vírgulas, sem ausências. Sou negra balacobaco. Sou negra noite cansaço
Amilcar Cabral
" Não vamos utilizar esta tribuna para dizer mal do imperialismo. Diz um ditado africano muito corrente nas nossas terras, onde o fogo é ainda um instrumento importante e um amigo traiçoeiro que quando a tua palhota arde, de nada serv…
ÚLTIMAS DE MUNDOCasa Branca proíbe 'NY Times', CNN e BBC de ir a coletiva de imprensa24/02/2017 16:44Juiz é designado para investigar candidato à Presidência da França24/02/2017 16:30Obama é celebrado por multidão ao aparecer de surpresa em Nova York24/02/2017 16:25Colisão de dois ônibus mata 13 pessoas e fere 34 na Argentina24/02/2017 16:04 RIO — Um documento de 35 páginas vazado pela imprensa americana na terça-feira contém supostas revelações constrangedoras sobre o republicano Donald Trump. O relatório — que teria sido escrito por um ex-agente britânico em caráter confidencial — não teve sua veracidade comprovada oficialmente, mas gerou uma forte polêmica nos EUA. Dentre as alegações no documento, estão supostas atividades sexuais do magnata nova-iorquino e detalhes sobre a sua relação com as autoridades russas antes mesmo de ser eleito presidente dos Estados Unidos. Logo após a divulgação do material, a Rússia negou ter informações comprometedoras sobre Trump. O republic…
Médica acreana presa em Pernambuco A médica acreana Alessandra Bréa Moreno Dantas foi presa pela Polícia Federal na sexta-feira (1), em Caetés (PE). Após concluir o curso de medicina em Pinar del Rio, com bolsa do governo de Cuba, voltou ao Acre, onde em diversas ocasiões procurou a Universidade Federal do Acre (Ufac) para tentar se regularizar. Como todos sabem, os médicos formados no exterior sempre foram tratados com preconceito e descaso por um grupo da Ufac. Alessandra Bréa tinha conquistado na Justiça o direito de trabalhar com registro provisório do Conselho Regional de Medicina (CRM). Como o registro expirou, a médica teve que deixar o Acre após a proibição de trabalhar também com um Termo de Ajuste de Conduta. Ela já havia conseguido revalidar seu diploma pela Universidade Federal do Ceará, mas aguardava a burocracia enquanto fazia plantões em Caetés. Infelizmente, Alessandra Bréa foi surpreendida pela Polícia Federal, após denúncia do CRM de Pernambuco, acusada de exe…